Polícia prende médico suspeito de abuso em Porto Alegre

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Investigação indicou que médico simulava necessidade de examinar os seios das pacientes, o que configura crime de violação sexual mediante fraude, sujeito à pena de 6 anos de prisão

Agência Estado

Agência Estado

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu um médico de 60 anos suspeito de abusar sexualmente de suas pacientes, nesta segunda-feira, em Porto Alegre, cumprindo mandado expedido pela Justiça de Palmares do Sul (RS).

Leia também: Médico suspeito de abusar de duas pacientes é preso em São Paulo

Divulgação
Médico preso nesta segunda-feira, em Porto Alegre

A investigação indicou que o médico simulava a necessidade de examinar os seios das pacientes, o que configura crime de violação sexual mediante fraude, sujeito à pena de até seis anos de reclusão.

Dois casos foram registrados em um posto de saúde de Esteio, na região metropolitana da capital. No dia 10 de dezembro passado, o médico apalpou os seios de uma adolescente de 16 anos que se queixava de dor de garganta. No dia 27 de dezembro, fez o mesmo com uma mulher de 21 anos que estava com dor de cabeça.

No dia 2 de janeiro deste ano, no balneário de Quintão, em Palmares do Sul, a vítima foi uma adolescente de 15 anos com dor de garganta. O médico foi encaminhado à Penitenciária Modulada Estadual de Osório.

Leia tudo sobre: abuso sexualmédicoporto alegre

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas