PF desarticula tráfico de animais no Rio Grande do Sul

Durante a investigação e na operação desta terça-feira foram apreendidos cerca de 600 animais

Agência Estado |

Agência Estado

A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira oito mandados de prisão preventiva contra participantes de uma organização especializada no tráfico de animais silvestres, em uma operação denominada Pampa Verde. As investigações começaram há seis meses e mostraram que uma família uruguaia e um casal gaúcho, todos residentes em Porto Alegre, comandavam o esquema, que envolvia catadores de animais espalhados pelo Rio Grande do Sul, um cativeiro de aves em Montevidéu e transportadores.

Pássaros de diversas espécies e tartarugas-tigre-d'água eram levados em veículos comuns para entrega no Sul do País, no interior de São Paulo, no Uruguai e na Argentina. Durante a investigação e na operação desta terça-feira foram apreendidos cerca de 600 animais.

As prisões foram efetuadas em Porto Alegre, Alvorada, Barão e Dom Pedrito, todas cidades no Rio Grande do Sul, e Piracicaba, em São Paulo.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG