Sindicato não divulgou o início da paralisação, mas operações de fiscalização intensiva devem ser adotadas, podendo causar congestionamentos nas estradas do Estado.

Agência Estado

Agentes da Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Sul (PRF-RS) decidiram, nesta segunda-feira (13), aderir à greve dos servidores federais. O sindicato não divulgou o início da paralisação, assim como também não foi definida ainda a estratégia que será adotada para a greve.

Leia também: 
Em semana decisiva, governo muda estratégia para encerrar greve
Governo consulta ministérios sobre quanto podem dar de aumento a servidores

Operações de fiscalização intensiva devem ser adotadas, podendo causar congestionamentos nas estradas do Estado. O efetivo mínimo de 30% dos profissionais deve ser mantido durante a greve.

Na última quarta-feira, os grevistas fizeram uma manifestação em que anunciavam a disposição de cruzarem os braços, bloqueando pelo menos duas estradas gaúchas por cerca de uma hora.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.