Estado passa a ter 145 casos da doença confirmados neste ano, com 23 óbitos no total

Agência Estado

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde confirmou nesta segunda-feira mais oito mortes por gripe A (H1N1) no Rio Grande do Sul. Com os novos dados, o Estado passa a ter 145 casos da doença confirmados neste ano, com um total de 23 óbitos. O boletim ressalta, ainda, que de todas as situações suspeitas investigadas, 195 foram causadas por outros agentes infecciosos e, deste total, 26 evoluíram para óbito. Em outros 412 casos não foi identificado agente infeccioso.

As oito mortes que entraram para as estatísticas nesta segunda-feira ocorreram entre 22 de junho e 5 de julho. Uma das vítimas era uma criança de dois anos. As outras eram adultos, homens e mulheres, de 28 anos a 59 anos. Seis delas não tinham a saúde debilitada por outras doenças. Dois homens, de 43 e 59 anos, tinham doenças pulmonares crônicas. Três óbitos ocorreram em São Borja, na fronteira com a Argentina. Os demais foram notificados em Soledade, Vitória das Missões, Alecrim, Santo Ângelo e Porto Alegre.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.