PF prende 15 no Rio Grande do Sul por crimes contra a fauna

Detidos são acusados de falsificação de selo ou anilhas de identificação e utilização de espécimes da fauna silvestre sem permissão

Agência Estado |

Agência Estado

selo

Quinze pessoas foram presas em flagrante no domingo, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, durante a Operação Campeão, da Polícia Federal, que teve o objetivo de combater crimes contra a fauna. Os detidos são acusados de falsificação e/ou adulteração de selo ou anilhas de identificação e utilização de espécimes da fauna silvestre sem a devida permissão.

Agentes da PF e do Instituto Brasileiro dO Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) fiscalizaram um torneio de canto de passeriformes promovido por uma associação de criadores de pássaros, em São Leopoldo, e apreenderam 46 pássaros, entre trinca-ferros e cardeais, e anilhas de identificação.

Foram aplicadas multas que totalizaram R$ 65 mil, segundo a PF. A associação também foi autuada e teve suas atividades de promoção de torneios de canto embargadas. Os presos foram encaminhados ao Presídio Central de Porto Alegre, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal. Os animais foram acolhidos pelo Ibama.

    Leia tudo sobre: crimefaunario grande do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG