Bombeiro ajuda por telefone mãe a salvar bebê engasgado

O procedimento precisa ser rápido para que a criança não tenha sequelas da falta de oxigênio no cérebro

iG São Paulo |

AE
Rosane Rodrigues com a filha, de 8 dias, que engasgou
Ao acordar a filha de apenas oito dias, que estava dormindo havia quase seis horas, a mãe de primeira viagem Rosane Rodrigues, de 39 anos, foi surpreendida por um engasgo que deixou a menina sem respirar. Orientada por telefone por um bombeiro de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a mãe conseguiu reanimar a filha.

A ligação durou poucos minutos, relatou o soldado Ricardo Oliveira, 43 anos, que atendeu o chamado transferido pelo 190. Segundo ele, o procedimento precisa ser rápido para que a criança não tenha sequelas da falta de oxigênio no cérebro.

    Leia tudo sobre: bebêengasgobombeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG