RS registra mais três mortes por gripe suína

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou hoje mais três mortes no Estado causadas pelo vírus da Influenza A (H1N1), popularmente chamada de gripe suína. O diagnóstico foi constatado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Agência Estado |

As vítimas são uma aposentada, de 70 anos, um torneiro industrial, de 33 anos, e uma dona de casa, de 51 anos. As mortes foram registradas em Caxias do Sul, Carazinho e Passo Fundo, respectivamente, e ocorreram entre os dias 21 e 27, segundo a assessoria de imprensa da secretaria. No caso da dona de casa, a vítima apresentava diabetes.

Com esses casos, o Rio Grande do Sul registra 32 mortes causadas pela nova gripe. Ontem, em novo balanço, o Ministério da Saúde anunciou o registro de 96 mortes por Influenza A (H1N1) no País. Pela contagem das secretarias estaduais e municipais, o número até ontem chegava a 133.

Ainda no Estado, o Laboratório Central (Lacen) foi aprovado por técnicos da Fiocruz a ser o quinto a funcionar para a realização de exames a fim de detectar o vírus da gripe suína, informou ontem o secretário estadual de Saúde, Osmar Terra. De acordo com ele, o Lacen está tecnicamente em condições de funcionamento. No entanto, a secretaria espera autorização oficial do Ministério da Saúde e a entrega da matéria-prima, que está em falta, para entrar em funcionamento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG