RS aprova teto salarial de R$ 22,11 mil para 3 Poderes

A Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou hoje, por unanimidade (51 votos a 0), o teto salarial único para funcionários dos três Poderes do Estado. O valor estabelecido é de R$ 22,11 mil e corresponde à remuneração dos desembargadores do Tribunal de Justiça (TJRS).

Agência Estado |

O texto, do líder do governo na Assembléia Legislativa, Márcio Biolchi (PMDB), é um substitutivo à proposta de emenda constitucional (PEC) elaborada pelo deputado Daniel Bordignon (PT), que previa limites máximos diferenciados para cada Poder, e terá de ser confirmado em segunda votação, na próxima semana.

Nas galerias, a decisão dos deputados foi comemorada por oficiais da Brigada Militar e funcionários da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) e de carreiras jurídicas no governo do Rio Grande do Sul, que temiam ver os vencimentos limitados aos R$ 7,2 mil mensais pagos pela administração estadual à governadora Yeda Crusius (PSDB), se o teto fosse diferenciado por Poder.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG