RPT-Justiça derruba liminar e PMDB deve realizar convenção

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro César Asfor Rocha, derrubou na madrugada de sábado a liminar que suspendia a realização da convenção nacional do PMDB. Com a decisão, a convenção deve ser se realizar neste sábado, informou o partido. A direção partidária cumpriu todos os requisitos legais e a Justiça garantiu a sua realização conforme o convocado, disse o partido em nota no portal da legenda.

Reuters |

A liminar de suspensão do evento que escolherá a nova direção do partido havia sido concedida na noite de sexta-feira.

Estão em disputa, de um lado o grupo do deputado Michel Temer (SP), que deve ser reconduzido à presidência da legenda e que defende a união do PMDB com o PT nas eleições presidenciais de outubro, tendo o próprio peemedebista como provável vice na chapa da pré-candidata Dilma Rousseff (PT).

Do outro lado, peemedebistas de São Paulo, Paraná, Pernambuco e Santa Catarina, que moveram a ação contrária à antecipação da convenção, inicialmente marcada para março, defendem a candidatura própria ou são contrários ao acordo com o PT, neste caso preferindo a união com o governador de São Paulo, José Serra (PSDB).

Temer e seus principais interlocutores decidiram antecipar a data para estabelecer logo a direção partidária, a mesmo que comandará a convenção de junho, quando a proposta de aliança com o governo irá a voto.

(Reportagem de Natuza Nery)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG