Roupa certa pode ajudar a conseguir o emprego desejado

Por Pauline Askin SYDNEY (Reuters) - Você quer aquela promoção? Para ajudar na ascensão profissional, a roupa que você veste pode ser tão importante quanto o que você sabe e quem você conhece, disse uma consultora de moda e marketing australiana.

Reuters |

Serena Beirne, diretora da Australian Fashion Partners, que trabalha com consultoria de moda para empresas, disse à Reuters que os profissionais devem enxergar-se como produtos e 'embalar-se' bem para venderem bem, especialmente neste momento de retração na economia mundial, quando as boas oportunidades de trabalho se tornam mais escassas.

'Quando você está no ambiente de trabalho, o produto que está vendendo é você mesmo. Vem daí a importância tremenda de como esse produto é embalado, exposto e vendido', disse Beirne.

A consultora disse que, como todas as pessoas, os diretores e gerentes vão escolher funcionários como fariam com produtos: dando preferência àqueles cuja aparência agrada mais.

Para ela, a regra de ouro para quem quer vestir-se para o sucesso profissional é olhar objetivamente para as pessoas cujos cargos você gostaria de exercer, e seguir o exemplo delas.

'Em alguns ambientes corporativos há oportunidades para vinculação de marcas. Assim, se você tiver a bolsa correta ou usar os mesmos calçados que o executivo-chefe, as pessoas vão perceber que você é alguém a caminho do sucesso', disse ela.

No quesito bijuterias, Beirne avisou que o melhor é optar pela discrição. 'Embalar-se demais, como se fosse para presente, é algo que pode desviar a atenção do principal, que é você mesmo', disse ela.

E esqueça a idéia de vestir-se tendo em vista o conforto, mesmo nas chamadas sextas casuais, a não ser que você trabalhe para o Google ou empresas semelhantes, que incentivam a simplicidade entre seus profissionais.

'Vestir-se confortavelmente nunca é apropriado para o ambiente de trabalho. Existem outras maneiras de conseguir conforto no trabalho, mas não através da roupa descontraída', disse ela.

Ostentar seus hobbies ou convicções também está fora de cogitação, assim como vestir-se para ir ao escritório como você faria para sair na noite.

'Nada de usar camisetas de rock and roll. E aposte em um pouco de sutileza. Deixe alguma coisa por conta da imaginação de quem a vê', aconselha a consultora.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG