Rotas de helicópteros no Rio também poderão sofrer restrições

RIO DE JANEIRO ¿ Os voos de helicópteros em rotas dentro da cidade do Rio de Janeiro também poderão sofrer restrições, a exemplo do que foi feito com os voos no aeroporto Santos Dumont. De acordo com a secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, alguns helipontos estariam sendo alvos de reclamações de moradores da Lagoa, Humaitá e Barra da Tijuca por conta do barulho dos helicópteros.

Redação |

Os moradores podem encaminhar reclamação formal à secretaria, como fizeram aqueles que residem sob uma das rotas do Santos Dumont, disse Marilene. Se houver necessidade de restringir rotas dessas aeronaves em função do ruído, nós o faremos.

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), aplicou na última segunda-feira uma multa de R$ 250 mil ao aeroporto Santos Dumont e a imediata interrupção das atividades operacionais de pouso da rota 2, que só deverá ser usada em situações de emergência. Todas as operações no aeroporto também foram suspensas no período das 22h às 6h .

Segundo o Inea, a decisão será mantida até que um estudo ambiental comprove a sustentabilidade das operações naquele percurso. O plano operacional deve considerar o impacto dos níveis de ruído produzidos pelo tráfego de aeronaves, por um período de 15 dias, sobretudo nos bairros de Cosme Velho, Botafogo, Urca, Santa Tereza, Laranjeiras, Flamengo e Morro da Viúva.

Infraero

Sobre a multa e restrição no aeroporto Santos Dumont, a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) informou em nota que ainda não recebeu qualquer comunicado ou notificação do Inea. De acordo com a Infraero, todos os esforços para a obtenção da licença ambiental estão sendo feitos.

A empresa afirmou que, em abril deste ano, foi realizada uma reunião entre o Ministério Público, o Inea e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), onde se estabeleceu um compromisso para que se fosse ajustado o licenciamento do aeroporto Santos Dumont. Segundo a Infraero, toda a documentação exigida no encontro pelo Inea foi entregue dentro do prazo estabelecido.

A empresa informou que tão logo receba qualquer notificação, vai analisar juridicamente a questão.

Leia também:

Leia mais sobre: aeronaves

    Leia tudo sobre: aeroportoaeroportoshelicópterosantos dumont

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG