Roseana vai pedir licença do cargo de governadora

A recém-empossada governadora do Maranhão, Roseana Sarney, anunciou que vai se afastar do cargo, segundo a publicação O Imparcial Online. Roseana (PMDB) assumiu o cargo em substituição a Jackson Lago, do PDT. Na quinta-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE)confirmou a cassação de Lago. A governadora passará por retirada de um aneurisma cerebral, conforme O Imparcial, a vigésima cirurgia pela qual será submetida.

Agência Estado |

O afastamento será de pelo menos quatro meses conforme informação da assessoria de imprensa da governadora citada pela publicação. O vice-governador, João Alberto Souza, que já governou o Maranhão, vai assumir o cargo na ausência de Roseana.

AE
Jackson Lago faz passeata após deixar palácio

Saída de Lago

O ex-governador do Maranhão Jackson Lago (PDT) deixou neste sábado o Palácio dos Leões, sede oficial do governo do Estado, onde permaneceu durante a noite, mesmo depois de ter tido seu mandato cassado pelo TSE e pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Lago deixou o palácio por volta das 12h, após realizar um discurso. Em seguida, o ex-governador saiu em passeata por São Luis, amparado por simpatizantes. Os militantes que acompanhavam a passeata queimaram um boneco que representava o senador José Sarney.

A segunda colocada nas eleições, Roseana Sarney, já foi empossada na tarde da última sexta-feira na Assembleia Legislativa, mas estava despachando no Palácio Henrique de La Rocque, sede administrativa do governo.

A Executiva Nacional do Partido Democrático Trabalhista divulgou nota reiterando solidariedade a Lago. Cassar o mandato de Jackson Lago é um duro golpe na soberania popular exercida pelo sufrágio livre e universal do povo maranhense, diz o comunicado.

AE
Boneco de José Sarney é queimado na manifestação

O STF negou na última sexta-feira recurso ajuizado pela defesa do ex-governador do Maranhão. O recurso pedia a suspensão da decisão tomada na quinta-feira pelo TSE, que cassou o pedetista por abuso de poder político e econômico na campanha de 2006. Os advogados de Jackson tinham por objetivo suspender a posse de Roseana.

A decisão de ficar no Palácio dos Leões foi tomada durante reunião ocorrida entre Lago e 15 deputados federais e estaduais após a confirmação da cassação de seu mandato. A ocupação foi comandada pelo próprio ex-governador com apoio direto do deputado federal Domingos Dutra (PT) e do deputado estadual Valdinar Barros (PT).

Lago justificou o ato extremo como uma prova de resistência do povo contra a decisão do TSE. "Se sairmos aos poucos, daremos sinal de que nossa luta acabou. Nós precisamos resistir", alegou o ex-governador cassado.

Leia mais sobre: Jackson Lago

    Leia tudo sobre: maranhão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG