Rondônia recebe bombeiros de MS para conter incêndio

Focos de incêndio na região aumentaram mais de 900% em relação ao mesmo período do ano passado

AE |

selo

O Estado de Rondônia recebeu nesta segunda-feira o reforço de 35 bombeiros de Mato Grosso do Sul para tentar conter o fogo na região de Cujubim, a cerca de 150 quilômetros da capital Porto Velho, em uma operação realizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Os focos de incêndio na região já aumentaram mais de 900% em relação ao mesmo período do ano passado. Desde o início do mês, a situação de fumaça é grave e compromete a visibilidade nas navegações, nas estradas e no Aeroporto Governador Jorge Teixeira, na capital, que já teve que suspender decolagens e pousos.

As ações de combate coordenadas pelo Ibama e o Corpo de Bombeiros, através do Sistema de Comando Técnico Integrado (SCI), já ultrapassam 150 desde julho e incluem uso de helicópteros, carros e até caminhão pipa. O SCI estima que o fogo em Cujubim seja controlado em até duas semanas.

Representantes do Ministério Público Federal e Estadual em Rondônia instauraram procedimentos de investigação e requerem de órgãos ambientais apuração de causas e providências de queimadas no Estado. 

Problemas respiratórios aumentaram nas unidades de saúde de Porto Velho. O campus da Universidade Federal de Rondônia (Unir) havia suspendido as aulas por três dias por conta da má qualidade do ar. As aulas foram retomadas hoje.

    Leia tudo sobre: incêndiorondônia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG