Ronaldinho volta a ficar fora de convocação do Brasil

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Ronaldinho Gaúcho ficou fora de uma convocação da seleção brasileira pela segunda vez consecutiva, nesta segunda-feira, quando o técnico Dunga anunciou os jogadores que disputarão a última partida da equipe no ano, um amistoso contra Portugal, em Brasília, no dia 19 de novembro. Já o atacante Adriano, que foi barrado dos últimos dois jogos da Inter de Milão pelo técnico José Mourinho após ter chegado atrasado a um treinamento, recebeu um voto de confiança de Dunga e foi novamente incluído na lista de convocados.

Reuters |

Ronaldinho, que marcou o gol da vitória do Milan por 1 x 0 sobre o Napoli no domingo, já tinha ficado de fora dos últimos jogos do Brasil nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, no mês passado, quando Dunga alegou que o jogador precisava de mais tempo para se adaptar ao time italiano após ter sido contratado junto ao Barcelona.

Quem está de volta à seleção é o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, que foi titular nos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto, mas que desde então não tinha sido mais convocado por Dunga. Além dele, o meia Diego, do Werder Bremen, que não foi chamado para os jogos das eliminatórias com Venezuela e Colômbia porque estava suspenso, também foi convocado de volta.

Nos dois últimos jogos, o Brasil venceu a Venezuela, fora de casa, por 4 x 0, mas voltou a decepcionar diante do torcedor brasileiro, ao empatar por 0 x 0 com a Colômbia, no Maracanã. A equipe está em 2o lugar nas eliminatórias para o Mundial de 2010, com 16 pontos, sete atrás do líder Paraguai, e empatado com Argentina e Chile.

Há um ano a seleção brasileira não marca um gol jogando em casa. A última vez foi contra o Uruguai, em São Paulo, na vitória por 2 x 1 pelas eliminatórias, em novembro de 2007. Nos três jogos seguintes a esse atuando como mandante, o Brasil empatou sem gols com Colômbia, Bolívia e Argentina.

Veja a lista de convocados:

Goleiros: Júlio César (Inter de Milão) e Doni (Roma)

Zagueiros: Lúcio (Bayern de Munique), Miranda (São Paulo), Thiago Silva (Fluminense) e Luisão (Benfica);

Laterais: Maicon (Inter de Milão), Daniel Alves (Barcelona), Marcelo (Real Madrid) e Kléber (Santos);

Meio-campistas: Gilberto Silva (Panathinaikos), Josué (Wolfsburg), Mancini (Inter de Milão), Diego (Werder Bremen), Kaká (Milan), Elano (Manchester City) e Anderson (Manchester United);

Atacantes: Robinho (Manchester City), Adriano (Inter de Milão), Alexandre Pato (Milan) e Luis Fabiano (Sevilla).

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG