Rompimento de cabos deixa 3 mil sem telefone em SP

O rompimento de seis cabos da empresa Telefônica na zona sul de São Paulo em uma obra do Metrô deixou cerca de 3 mil clientes sem telefone na cidade. Entre os clientes afetados está o Detran-SP.

Agência Estado |

Segundo nota divulgada pelo órgão, o problema interrompeu as comunicações entre o sistema Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), em Brasília, impedindo a transferência de dados em serviços como licenciamento e transferência de veículos. Não há previsão para o restabelecimento dos serviços.

Em nota, o Metrô informou que o acidente aconteceu na tarde de segunda-feira no momento em que eram cravadas estacas em uma obra da Linha 5-lilás, no cruzamento da Avenida Adolfo Pinheiro com a Rua Isabel Schmidt, na região de Santo Amaro. De acordo com o Metrô, a Telefônica informou de "forma incorreta a localização dos cabos na região". Apesar do dano, a companhia ressaltou que as obras da Linha 5-lilás não foram interrompidas.

A assessoria da Telefônica confirmou, em nota, que o rompimento se deve à uma obra do Metrô. Ainda segundo a empresa, às 17h o Metrô autorizou a entrada dos técnicos da Telefônica no local para realizar os reparos. A liberação não foi feita anteriormente em razão da necessidade de escorar as paredes para evitar acidentes na vala.

A empresa afirmou ainda que irá ressarcir os clientes afetados e que "em 24 horas as linhas começarão a funcionar e, gradualmente, todas estarão restabelecidas até a próxima segunda-feira, 29".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG