Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Romance lançado nos EUA relembra morte da princesa Diana

Los Angeles (EUA), 25 set (EFE) - Um casal de americanos, testemunhas do acidente que causou a morte da princesa Diana, transformou sua experiência em um romance, Chasing Diana, que foi colocado à venda hoje nos Estados Unidos e pela internet. O livro é baseado nos eventos presenciados por Jack e Robin Firestone em um túnel de Paris, local onde o carro no qual Diana e Dodi al-Fayed viajavam capotou na noite de 31 de agosto de 1997. No entanto, o relato é narrado como uma obra de ficção.

EFE |

"Chasing Diana", que se soma aos dezenas de livros publicados sobre a morte da princesa britânica, conta como aquele acontecimento afetou a vida dos Firestone, que chegaram a testemunhar na Alta Corte de Justiça de Londres sobre o ocorrido.

"A idéia de escrever este romance surgiu depois de ler um artigo em 2004 no qual se dizia que a Scotland Yard havia reaberto a investigação porque a feita na França tinha sido uma armação.

Levando em conta o que nós sabíamos, não podíamos estar mais de acordo", explicaram os autores em seu site.

Onze anos depois, este casal conta como o táxi no qual viajavam pelas ruas da capital francesa durante as férias de verão (hemisfério norte) acabou passando pelo túnel minutos depois do acidente.

Quando os Firestone retornaram aos EUA, a atenção midiática por terem sido os únicos americanos a testemunhar a morte de Diana mudou suas vidas.

Embora não expliquem claramente em seu site, os Firestone se tornaram interessantes para a imprensa que, muitas vezes, os chamou para fazer entrevistas e reportagens como testemunhas do julgamento no qual foram peças-chave da investigação. EFE fmx/rb/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG