legítimas - Brasil - iG" /

Rodrigues diz que ocupações do MST são legítimas

Principal palestrante do Abril Verde, o ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues disse hoje, em Araçatuba (SP), que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e as ocupações feitas por ele são legítimos. Questionado sobre o Abril Vermelho, onda de invasões de fazendas organizada pelo MST com início previsto para este domingo, Rodrigues disse se tratar de uma onda concêntrica, que defende uma tese legítima.

Agência Estado |

Sobre o MST, o ministro repetiu: "É um movimento legítimo, que é positivo, mas se torna negativo quando há violência. As ocupações são legítimas, mas deixam de ser quando ocorre violência", declarou.

Durante o encontro, que reuniu cerca de 800 produtores rurais de São Paulo e outros Estados, os líderes tentaram evitar as comparações com o Abril Vermelho, mas não conseguiram. Colocaram-se como responsáveis pelo desenvolvimento no campo, para falar em atraso quando o assunto era invasão, MST e governo.

Neste aspecto, embora fosse voz destoante sobre a legitimidade das ocupações, Rodrigues ajudou: "Vim aqui para falar do desenvolvimento, da alta tecnologia e dos altos índices de produção do campo, mas principalmente da falta de estratégia e de ações integradas do governo para explorar tudo isso", declarou. Já o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp), Fábio Meirelles, foi mais incisivo: "As invasões são ilegais e o MST é um movimento ilegítimo e político, mas atrasado, que só ganha força porque tem apoio do governo", disse.

O presidente do Sindicato Rural da Alta Noroeste (Siran), Antonio Carlos Ferreira, que organizou o "Abril Verde", disse que, ao saber da realização do evento, o líder do MST José Rainha o procurou para uma reunião. No encontro, segundo Ferreira, Rainha garantiu que o MST não fará ocupações em Araçatuba durante o Abril Vermelho.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG