Tamanho do texto

As rodovias federais registraram 97 mortes pelo País no feriado prolongado de Tiradentes. Segundo informações divulgadas hoje pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fez o balanço das ocorrências, o resultado significou a quebra da seqüência de quedas nos números de vítimas que vinha sendo registrada.

Da zero hora de sexta-feira até meia-noite de ontem foram registrados 1.837 acidentes, que resultaram ainda em 1.214 feridos. Foi a primeira vez no ano em que a quantidade de vítimas do trânsito superou período equivalente de 2007.

A Polícia Rodoviária Federal aponta como causa do aumento no número de vítimas a ocorrência de fortes chuvas em Estados do Sul e Sudeste do Brasil e o número reduzido do efetivo da PRF para controlar a situação dos motoristas. Segundo a PRF, a quantidade de operações especiais para os feriados (quatro neste ano) força a corporação a sacrificar folgas legais dos servidores por conta da indisponibilidade de mão-de-obra. Além dos problemas internos, a PRF também apontou a imprudência dos motoristas como fator determinante no alto número de acidentes.