Rodovias federais de SP registram o dobro de mortes

As chuvas contribuíram para a ocorrência de acidentes com vítimas fatais nas rodovias federais do Estado de São Paulo. Ao todo, foram oito mortes, o dobro do índice registrado no feriado do ano passado, segundo balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Agência Estado |

A Operação Ano Novo, da meia-noite do dia 31 de dezembro até a meia-noite do dia 3, registrou 187 acidentes.

"A imprudência do motorista na pista molhada foi responsável por grande parte dos acidentes", afirma o chefe de Comunicação da PRF, Edson Varanda. O primeiro acidente ocorreu na Rodovia Regis Bittencourt (BR-116) cinco minutos após o início da operação. Na altura do quilômetro 565, no município de Pariquera-Açu, um homem de 20 anos sem habilitação perdeu o controle do veículo que dirigia e capotou. Sua namorada, de 40 anos, morreu.

Durante todo o feriado de réveillon, houve pancadas de chuvas que causaram interdições na BR-116, BR-459 e BR-101, por causa de quedas de barreiras. Na Via Dutra (BR-116), a faixa da direita no quilômetro 102, sentido São Paulo, continua interditada por causa de um afundamento da pista. Segundo a concessionária NovaDutra, o tráfego de veículos para a capital paulista é feito pela faixa da esquerda e por uma das faixas da pista no sentido Rio de Janeiro, que opera em mão dupla. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG