Os motoristas que vão aproveitar o feriado de carnaval nas praias do sul do Rio de Janeiro já enfrentam um grande congestionamento na Rodovia Rio-Santos, nesta manhã. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o tráfego estava lento na entrada da Rio-Santos e segue congestionado em 18 quilômetros, até o trevo da Coroa Grande, entre o km 386 e o km 404.

No trecho de São Paulo, a Rio-Santos, no litoral norte do Estado, ainda apresentava trânsito tranquilo. De acordo com o Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), o tráfego deve ficar intenso a partir das 16 horas.

Já na Rodovia Presidente Dutra, o trecho de Guarulhos, na Grande São Paulo, estava congestionado nesta manhã por causa de um ônibus quebrado que ocupava um das faixas de rolamento da via, na altura do km 210 da pista sentido Rio. A lentidão chegou a sete quilômetros, às 9h30. O veículo já foi retirado, segundo a concessionária NovaDutra, mas a lentidão às 10h15 ainda era de quatro quilômetros.

Em Santa Catarina, quatro pessoas morreram e uma ficou ferida nesta manhã, após um acidente entre um caminhão e um carro na altura do quilômetro 35 da BR-470, em Gaspar. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o condutor do carro, Almir Batista Lenzi, de 50 anos, e os passageiros Pablo Vieira, de 2 anos, Maria Madalena da Silva, de 19, e Anni-Lore Janke, de 47 anos, morreram na hora. O outro ocupante do carro Estanislau Vieira, de 20 anos, foi encaminhado ao Hospital Santa Isabel de Blumenau em estado grave. Já o motorista do caminhão, José Vanderlei Garcia, de 40 anos, não teve ferimentos.

Bahia

A Rodovia BR-101 segue interditada há mais de 13 horas entre os Estados do Espírito Santo e Bahia, na altura da cidade baiana de Eunápolis, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal. Um acidente envolvendo caminhão-tanque ontem bloqueou totalmente a via. Segundo a PRF, o motorista do caminhão perdeu o controle do veículo, que transportava produto químico. O caminhão acabou tombando e explodiu. O motorista morreu.

A pista segue interditada aguardando técnicos do Instituto do Meio Ambiente para monitorar o transbordo do resto da carga e verificar se houve danos ambientais, de acordo com a PRF. Vários carros continuam aguardando a liberação da via, mas a PRF não tinha informação sobre o tamanho do congestionamento. A PRF recomendava aos motoristas evitarem a estrada e utilizar a Rodovia BR-116 para seguir para a Bahia ou o Espírito Santo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.