Rodízio para veículo de carga no centro de SP é incerto

Em São Paulo, a dois dias do início da restrição total aos Veículos Urbanos de Cargas (VUCs), um quadro de incertezas preocupa quem trabalha com o setor. De acordo com o Decreto 49.

Agência Estado |

636, a partir de 1º de novembro esses veículos não poderão circular no centro expandido da cidade entre 5 e 21 horas. No entanto, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) afirmou diversas vezes que a regra não entraria em vigor porque outras medidas para melhorar o trânsito atingiram bons resultados.

Porém, nenhuma alteração foi anunciada e o decreto continua em vigor. Procurada, a Prefeitura também não soube informar sobre mudanças. Desde 1º de agosto, os VUCs obedecem a um sistema de rodízio de placas pares e ímpares para circular na Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC), uma área de 100 km² dentro do centro expandido. Essa regra vale para o horário entre 10 e 16 horas. Como os caminhões, os VUCs têm acesso livre das 21 às 5 horas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG