Vai a cinco total de mortos após transferência de hospital no Rio

Pacientes já estavam com um quadro grave antes do incidente, que não teve, segundo a Secretaria de Saúde, relação com as mortes

AE |

selo

AE
Pacientes são atendidos em hospital de campanha montado ao lado do Pedro II
Subiu para cinco o número de pacientes mortos após transferência, realizada nesta quinta-feira, do Hospital Estadual Pedro II, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro, durante um princípio de incêndio causado por um curto circuito. Três morreram hoje.

Os pacientes já estavam com um quadro grave mesmo antes do incidente, que não teve, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, relação com as mortes. 

O Hospital Pedro II foi atingido por um incêndio que começou no transformador da rede de energia elétrica. O fogo foi controlado em menos de 30 minutos, mas a fumaça assustou os pacientes. Ninguém ficou ferido, no entanto houve grande confusão na hora de retirar os internados às pressas da unidade. 

O hospital ficou sem luz e 72 pacientes que estavam na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), na UTI neonatal e no Centro de Tratamento de Queimados foram transferidos para os hospitais Albert Schweitzer, em Realengo, e para o Rocha Faria, em Campo Grande. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde  mais de 200 pacientes foram transferidos ..

    Leia tudo sobre: hospitalrio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG