Um dos quatro bueiros da Light que explodiram ontem no Rio tinha gás

Companhia responsável pela distribuição, no entanto, diz que gás não saiu de sua rede canalizada

iG Rio de Janeiro |

Agência Estado
Explosões de ontem deixaram três pessoas feridas
Um dos quatro bueiros da concessionária Light que explodiram na tarde da última segunda-feira (4) no centro do Rio de Janeiro tinha gás, segundo informações divulgadas pela CEG (Companhia Estadual de Gás). O acidente deixou três pessoas feridas.

Entretanto, segundo a própria CEG, o gás encontrado em uma das galerias subterrâneas não pertence à rede canalizada mantida pela empresa.

Segundo a CEG, foram coletadas amostras do gás para análise laboratorial. O exame será acompanhado por peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) da Polícia Civil, que investigam a causas das explosões.

A rua da Assembleia, onde ocorreram as explosões, permanece bloqueada no trecho entre a rua da Carioca e a avenida Rio Branco. Peritos do ICCE trabalham no local.

Em nota, a Light informou que está avaliando todas as possíveis causas de ocorrências em sua rede subterrânea e garantiu que não medirá esforços para garantir uma maior confiabilidade do sistema de distribuição de energia.

Por causa das novas explosões, a Prefeitura do Rio informou que pretende processar a concessionária. O prefeito carioca, Eduardo Paes, estuda a possibilidade de acionar criminalmente a companhia.

Notificação

O coordenador do Procon no Rio, Carlos Alberto Cacau de Brito, determinou nesta terça-feira que nova notificação seja feita à Light pelas constantes explosões de bueiros.

No início de junho, o Procon aplicou multa no valor R$ 6.405.600,00 em primeira instância de julgamento, pela forma inadequada e prejudicial da prestação dos serviços à população.

Cacau de Brito considera inadmissível que a população tenha que passar por momentos de pavor, cada vez que um bueiro da cidade explode.

"Não há porque viver dentro desse clima de medo dos bueiros. É de responsabilidade da própria concessionária manter todos os serviços de fornecimento de energia elétrica e de segurança dos equipamentos sob controle. O que temos visto nos últimos dias é um total descaso com o consumidor e com o cidadão carioca", afirmou.

    Leia tudo sobre: gásexplosão de bueirosRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG