Trio é condenado por agressão com jatos de extintor no Rio

Jovens de classe média alta terão que pagar R$ 30 mil a mulher atacada no calçadão da Barra da Tijuca, em 2007

AE |

selo

Três jovens de classe média alta foram condenados a pagar R$ 30 mil a uma mulher agredida com jatos de extintor no calçadão da praia da Barra da Tijuca, na madrugada de 4 de novembro de 2007. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), a vítima estava acompanhada de cinco amigas no calçadão da praia, quando Luciano Filgueiras da Silva Monteiro, Fernando Mattos Roiz Junior e um menor pararam o carro e as chamaram. Ao se aproximarem, elas foram atacadas com jatos de extintor.

Shana Regina de Oliveira Guedes foi levada ao Hospital Pedro II e apresentou uma lesão no globo ocular. Para o juiz Mario Cunha Olinto Filho, da 2ª Vara Cível da Regional da Barra da Tijuca, a atitude gratuita e o tratamento dispensado à vítima seria revoltante até se praticado em animais.

Os jovens disseram que tudo não passou de uma "brincadeira de mau gosto". O réu Fernando alegou que não poderia se responsabilizar porque estava dirigindo o carro. O magistrado considerou a tese absurda.

Na sentença, o juiz assinalou que a mãe do menor que estava no interior do veículo junto com os demais réus no momento do crime, também foi condenada porque os pais respondem pelos atos ilícitos de seus filhos menores.

    Leia tudo sobre: ataqueextintorindenização

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG