Trem volta a quebrar no Rio, e passageiros protestam novamente

SuperVia informa ter tido problema operacional na composição que ia em direção a Belford Roxo, Baixada Fluminense

iG Rio de Janeiro |

Agência O Globo
Usuários protestam na linha férrea após falha em trem, na sexta-feira passada
Três dias depois de um trem da SuperVia quebrar e ficar parado, com as portas trancadas - provocando protesto e quebra-quebra -, mais uma composição do Rio de Janeiro teve problemas hoje, gerando novas manifestações dos usuários.

Às 18h31 desta segunda-feira (19), um trem que ia da Central do Brasil para Belford Roxo (Baixada Fluminense), teve problema operacional entre as estações de Coelho da Rocha e Belford Roxo e parou, no primeiro dia útil após o último incidente.

De acordo com a SuperVia, os passageiros foram orientados a descer e tomar o trem seguinte.

Entretanto, um grupo de pessoas, revoltado com os problemas recorrentes, desceu e ocupou a linha férrea, em protesto.

O grupo impediu por quase 1h30 a circulação dos trens nesse trecho. A concessionária informou, em nota, ter acionado o Núcleo de Polícia Ferroviária para liberar a via. Nesse período, a circulação do ramal foi alterada, sendo feita entre a Central do Brasil e Agostinho Porto.

A SuperVia informou que a circulação de trens até a estação terminal de Belford Roxo foi normalizada às 19h54. De acordo com nota, "a empresa reconhece que ainda tem muito a melhorar na prestação do serviço e, por isso, já está em implementação o Programa de Investimentos de R$ 2,4 bilhões, que contempla a renovação da frota (aquisição de 90 novos trens e modernização de 73) e nos sistemas operacionais (sinalização, infraestrutura, centro de controle e rede área) para oferecer um serviço de qualidade para a população da Região Metropolitana do Rio de Janeiro".

    Leia tudo sobre: tremquebraprotestomanifestação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG