Traficante joga água quente em mulher durante visita íntima em presídio do Rio

Preso envolvido é Cláudio Orlando do Nascimento, o Ratinho, condenado pela morte do jornalista Tim Lopes

iG Rio de Janeiro |

O traficante Cláudio Orlando do Nascimento, o Ratinho, um dos condenados pela morte do jornalista Tim Lopes, jogou água fervente na companheira Fernanda Marins de Carvalho durante visita íntima no presídio Vicente Piragibe, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. O fato ocorreu na tarde da última quinta-feira (14).

Fernanda sofreu queimaduras pelo corpo e foi levada para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na mesma região.

Ratinho foi levado para uma cela isolada e teve cancelado o benefício da visita íntima. A Secretaria de Administração Penitenciária instaurou uma sindicância para apurar o caso.

A polícia investiga se o criminoso praticou o ato por ter descoberto uma suposta traição da companheira.

O jornalista Tim Lopes foi assassinado em junho de 2002, no Complexo do Alemão, na zona norte da capital fluminense, quando iria fazer uma reportagem sobre consumo de drogas e exploração sexual de menores em um baile funk.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG