Traficante grego apontado como 'barão do ecstasy' é preso no Rio

Estrangeiro é suspeito de comandar esquema de recrutamento de jovens de classe média alta para o transporte de drogas

iG Rio de Janeiro |

A PF (Polícia Federal) prendeu nesta sexta-feira (13), na praia de Itacoatiara, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, um traficante grego apontado como o barão do ecstasy.

Segundo a PF, o suspeito fora condenado a quatro anos e um mês pela Justiça Federal de Santa Catarina. Ele havia sido preso em 2005 suspeito de comandar um esquema de recrutamento de jovens de classe média alta, praticantes de esportes radicais e com fluência em um segundo idioma para transportarem drogas entre o Brasil e a Europa.

O criminoso foi encaminhado ao Presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte da capital.

Ontem à noite, a Polícia Civil do Rio havia prendido um romeno acusado de participar de um esquema de tráfico internacional de drogas.

Segundo investigações, Daniel Rosca, de 32 anos, é suspeito de comprar entorpecentes na Bolívia e o próprio suspeito confessou que tentaria vendê-los para países da Europa.

O romeno vinha sendo investigado pela Polícia Civil por causa de alguns roubos cometidos em albergues e hotéis do Rio de Janeiro. Ao ser preso, Daniel estava com uma bolsa roubada de uma dinamarquesa, contendo iPods, um celular e drogas.

    Leia tudo sobre: tráfico internacionalecstasy

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG