Tomada por lama, Nova Friburgo tem cenário de destruição

Município da Região Serrana do Rio tem ruas interditadas e sofre com a falta de luz

Anderson Dezan, enviado especial a Nova Friburgo |

Um dia depois das chuvas que deixaram centenas de mortos em Nova Friburgo, o município da Região Serrana do Rio tenta se reerguer dos prejuízos sofridos pelo mau tempo. Oito em cada dez ruas da cidade estão tomadas por lama e o cenário é de destruição.

No período de chuva o rio Bengala subiu e invadiu a Avenida Conte Bittencourt, a principal da cidade. Casas e lojas foram tomadas pela água e agora a lama – que em alguns lugares chega até a altura dos joelhos – continua deixando algumas ruas interditadas.

Comerciantes tentam salvar as mercadorias que não foram afetadas pelas águas. Nas calçadas, montanhas de lixo e muitos galhos de árvores caídos dão a dimensão do estrago. Carros da Defesa Civil e dos Bombeiros cruzam as ruas a todo instante em alta velocidade. O barulho das sirenes é constante e muitas vezes perturbador.

Apesar do tempo instável, inúmeras pessoas se arriscam a sair de suas casas e usam sacos nos pés para evitar o contato com a lama. Porteiro de um prédio de uma rua transversal a Av. Conte Bittencourt, Francisco Norberto disse que a água chegou até a altura do teto da garagem do edifício. “Nunca vi na igual. Essa foi a pior chuva de todas aqui em Friburgo”, lamentou enquanto tentava tirar água da garagem com a ajuda de um balde.

    Leia tudo sobre: chuvasrio de janeironova friburgo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG