TJ aceita denúncia contra taxistas por agressão no Rio

José de Freitas, Edson de Freitas, Wagner de Oliveira Manoel e Vinicius Araújo irão responder por tentativa de homicídio

AE |

selo

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro recebeu parcialmente nesta segunda-feira a denúncia contra os quatro taxistas que agrediram, no dia 7 de julho, o também taxista Kleber Luiz Oliveira da Rosa , no Aeroporto Tom Jobim, no centro do Rio.

Os réus José Cosmos Neres de Freitas, Edson Neres de Freitas, Wagner de Oliveira Manoel e Vinicius Araújo irão responder por tentativa de homicídio. Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), além da tentativa de homicídio qualificado, os acusados também deveriam responder por formação de quadrilha ou bando. Mas o juiz Paulo Baldez, titular do 2º Tribunal do Júri da capital, considerou que não foi "suficientemente demonstrada a existência de indícios".

Segundo testemunhas e uma filmagem da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), os réus perseguiram Kleber, que foi derrubado ao chão e agredido com socos e pontapés. A vítima continuou a ser agredida mesmo depois de ter desmaiado. Ele ficou seis dias internado no serviço de neurocirurgia do Hospital Miguel Couto, sofreu múltiplas fraturas, perdeu um dente e teve amnésia. A agressão aconteceu após uma discussão.

    Leia tudo sobre: agressãotaxistaaeroporto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG