Testemunhas do caso Rafael serão ouvidas no dia 9

Na última quinta-feira, os réus foram interrogados por cerca de seis horas na Auditoria Militar

AE |

selo

A Justiça Militar do Rio de Janeiro marcou para o dia 9 de setembro, às 12 horas, a próxima audiência do processo em que os policiais militares Marcelo José Leal Martins e Marcelo de Souza Bigon são acusados de negociarem o recebimento de R$ 10 mil para liberar o motorista Rafael Bussamra, que atropelou Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, no dia 20 de julho. 

Na audiência, os PMs vão ouvir os depoimentos das testemunhas de acusação. Na última quinta-feira, 26, os réus foram interrogados por cerca de seis horas na Auditoria Militar. O sargento Leal e o cabo Bigon negaram os fatos. 

Mascarenhas foi atropelado em um túnel da zona sul do Rio de Janeiro, que estava interditado para reformas, enquanto andava de skate com amigos. Ele chegou a ser socorrido no hospital municipal Miguel Couto, mas não resistiu aos ferimentos. Testemunhas afirmaram que os veículos trafegavam em alta velocidade pelo local.

    Leia tudo sobre: rafael mascarenhasfilho de cissa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG