Temporal deixou pelo menos 200 pontos de alagamento no Rio

Na manhã desta segunda-feira faltou luz em sete bairros, mas serviço já foi restabelecido

iG São Paulo |

O Rio de Janeiro foi atingido, na noite de domingo, por um forte temporal que provocou enchentes em diversos bairros. Foram registrados pelo menos 200 pontos de alagamentos nas zonas sul e norte e em Niterói, na região metropolitana. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), não há mais bolsões de água nas vias.

Na manhã desta segunda-feira (6), além de muita sujeira nas ruas, havia falta de luz em seis bairros da zona sul ( Glória, Catete, Largo do Machado, Botafogo, Flamengo e Laranjeiras), e em parte do Centro.

De acordo com a Light, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica no Rio, o serviço já foi restabelecido nessas áreas.

Em nota enviada ao iG agora à tarde, a Ligth informou que há falta de luz em pontos específicos do munícipio de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e no bairro de Irajá, na zona norte do Rio, ainda em consequência das chuvas.

Futura Press
Ruas ficaram de Copacabana, na zona sul, ficaram totalmente tomadas pela água

Na noite de domingo, a Defesa Civil chegou a decretar estado de alerta e afirmou que os bairros mais atingidos pela chuva foram a Ilha do Governador, Tijuca e Penha, na zona norte, além do Flamengo, de Laranjeiras e da Urca, na zona sul.

Na região de Copacabana, zona sul, um deslizamento de terra levou a Defesa Civil a interditar 15 apartamentos localizados na rua Barata Ribeiro .

A Ponte Rio-Niterói e o Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim chegaram a fechar, mas tiveram o movimento normalizado na madrugada desta segunda-feira.

Trânsito

Os motoristas encontraram aproxidamamente 9 km de engarrafamento na manhã desta segunda-feira (6) na rodovia BR-101, em São Gonçalo, sentido Rio de Janeiro, na Região Metropolitana. O tráfego ficou congestionado também na Ponte Rio-Niterói, para quem seguia em direção à capital fluminense, desde a Praça do Pedágio até o Vão Central no início do dia. 

Na Centro do Rio, houve pontos de lentidão na avenida Rodrigues Alves, na Francisco Bicalho e na Leopoldina. Quem tenta acessar a zona sul enfrenta fluxo intenso no túnel Santa Bárbara.

Na zona sul, bolsões de água se formaram em diversas ruas da Lagoa, em Botafogo e no Flamengo, onde veículos foram arrastados pela água nas ruas Senador Vergueiro e Marquês de Abrantes.

Garis da Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) fizeram hoje de manhã uma limpeza na praia de Copacabana, na zona sul. A forte chuva deixou a areia com línguas negras em vários pontos.

Agência O Globo
Gari limpa a sujeira na areia da praia de Copacabana provocada pela chuva

Por conta do temporal, que durou cerca de três horas, os motoristas também enfrentaram retenções e alagamentos na avenida Brasil, via expressa que liga bairros da zona oeste ao centro da cidade, o que causou reflexos na Rodovia Presidente Dutra, onde, segundo a Polícia Rodoviária Federal, o engarrafamento chegou a 3 quilômetros. O trânsito também ficou prejudicado na Linha Vermelha, que liga municípios da Baixada Fluminense ao centro, onde houve retenções nos dois sentidos da via.

A chuva também causou transtornos aos torcedores que comemoração a vitória do Fluminense no Campeonato Brasileiro. A diretoria do clube cancelou a festa pela conquista do título que seria realizada na Praça da Apoteose, no centro da cidade, depois que o local ficou alagado.

Previsão

De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), há 90% de probabilidade de chover novamente no Rio de Janeiro nesta segunda-feira. A temperatura máxima deve ficar nos 26ºC.

*Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: chuvario de janeiroalagamentosprevisão do tempo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG