MP denunciou agressores por tentativa de homicídio e formação de quadrilha

O Ministério Público do Rio denunciou à Justiça os quatro taxistas acusados de espancar um outro motorista de táxi no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, na zona norte do Rio, na madrugada do dia 7 de julho.

O promotor Sauvei Lai, da 30ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos, ofereceu denúncia contra os taxistas José Cosmo de Neres de Freitas, Edson Neres de Freitas, Wagner de Oliveira Manoel e Vinicius Araújo por tentativa de homicídio duplamente qualificado e formação de quadrilha. Os agressores foram identificados a partir de câmeras do circuito de segurança da Infraero.

Eles são acusados de tentar matar Kléber Luiz Oliveira da Rosa, também taxista, após uma discussão pela disputa de passageiros.

O MP pediu, ainda, a prisão preventiva do acusado José Cosmo de Neres Freitas, que já havia se envolvido em outras brigas pelo mesmo motivo.

Kleber chegou a ficar seis dias internado no Hospital Miguel Couto, na zona sul da cidade, com múltiplas fraturas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.