Suspeito aproveita distração de policiais e foge

Homem foi preso durante operação da Favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro

iG São Paulo |

Um cabo e um soldado da Polícia Militar (PM) deixaram escapar de dentro de um carro da corporação, em um momento de descuido, um suspeito que tinham acabado de deter na entrada da favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro. O suspeito, que seria levado a uma delegacia, aproveitou o vidro aberto, destrancou a porta por fora e desapareceu nas vielas da região, uma das mais pobres da cidade. A fuga foi documentada por fotógrafos e cinegrafistas. Os dois PMs foram presos e serão investigados por suspeita de facilitação de fuga.

Em patrulha no entorno da favela para evitar a fuga de traficantes durante operação da Polícia Civil, os PMs do 3º Batalhão, do Meier, detiveram um rapaz que saía da favela de bermuda, vestindo chinelo, camiseta e boné. Após revistar a mochila do jovem, nada encontraram, mas resolveram levá-lo para a 25ª Delegacia de Polícia, no Engenho Novo, para checar se havia algum mandado de prisão contra ele. "Vamos apenas levantar a ficha dele", disse o cabo a jornalistas que acompanhavam a movimentação.

O suspeito ouviu. Os policiais colocaram o detido no banco de trás e entraram na viatura, mas esqueceram que os vidros traseiros estavam abertos, provavelmente devido ao calor de 35ºC. O rapaz colocou a mão para fora do carro, achou a maçaneta e abriu a porta. O fugitivo ainda olhou o trânsito para evitar um atropelamento. Em seguida, correu.

Tudo aconteceu em poucos segundos. Os policiais perceberam a fuga por conta dos gritos dos curiosos. O soldado saiu do carro com a arma em punho esboçou uma corrida, mas não atirou no fujão. Dentro do patrulha, o cabo esmurrava o volante com raiva. Em seguida, o veículo saiu do local em alta velocidade. Após a retirada dos policiais, os transeuntes não contiveram o riso. "Essa é a PM do Rio", ironizou uma mulher.

Prisão

A PM informou que o cabo e o soldado foram presos disciplinarmente por 72 horas. Uma averiguação interna do 3º Batalhão vai investigar se houve facilitação de fuga. Caso seja confirmado o crime, a dupla responderá a processo criminal na Auditoria Militar. Se a averiguação constatar que houve apenas uma falta disciplinar, os dois serão advertidos.

Na operação da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) com o apoio de 20 agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil, duas submetralhadoras e uma pequena quantidade de drogas foram apreendidas. Ninguém foi preso e não houve troca de tiros.

A ação teve o objetivo de encontrar um suposto paiol do tráfico e reprimir os constantes arrastões contra os motoristas da zona norte. De acordo com a polícia, assaltantes do Jacarezinho estariam participando dos bondes (comboios de carros com criminosos armados) aliados aos traficantes expulsos pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e refugiados nos complexos da Penha e do Alemão, na zona norte.

    Leia tudo sobre: Favela do Jacarezinhopolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG