Suposto golpista usava dados de pensionistas para comprar carros

Homem, apontado pela polícia por dar golpes em pensionistas, tinha cadastro do INSS

iG Rio de Janeiro |

Policias da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam nesta sexta-feira um homem identificado como Rodolfo Faria Ramos,23, apontado pelos agentes por falsificar documentos de aposentados e pensionistas para comprar automóveis e revendê-los.

De acordo com o titular da DRFA, delegado Márcio Mendonça, os policiais encontraram na casa de Ramos, em Marechal Hermes, zona oeste do Rio, um computador que continha cadastrado cerca de 66 mil nomes de beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), com números de documentos e os valores das pensões que recebiam.

A partir desses dados, ele fazia documentos falsos e conseguia procurações para comprar carros. O valor dos veículos era descontado em pequenas parcelas dos contracheques desses pensionistas.

Após a compra do carro, Mendonça revendia o veículo.A polícia ainda não sabe precisar quantas pessoas foram afetadas.

Mendonça foi preso em flagrante ao tentar dar o golpe em nome de uma viúva que recebia uma pensão no valor de R$ 17 mil mensais.
À polícia o suposto golpista não quis informar como conseguiu o cadastro do INSS.

    Leia tudo sobre: INSSGOLPISTAPENSIONISTAS

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG