Soldado é morto enquanto trabalhava em vila residencial militar

Tiros teriam sido disparados de fora da área militar; aeronáutica instaurou um inquérito

iG Rio de Janeiro |

O Terceiro Comando Aéreo Regional afirmou que foi aberto um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar a morte de um soldado dentro da Vila Residencial da Aeronáutica na Ilha do Governador, na zona norte do Rio de Janeiro.

O soldado, identificado como Diego Araujo de Souza, de 20 anos, foi atingido por tiros que teriam sido disparados de fora da área militar, na noite de segunda-feira (10).  Ele estava em um posto de vigilância quando foi atingido. Nada foi roubado.

Apesar de relatos dos colegas de que os tiros teriam sido disparados de uma área externa à Vila, o III Comar afirmou que as armas dos militares que estavam de serviço na noite de segunda-feira serão periciadas.

    Leia tudo sobre: aeronáuticaviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG