Sociedade lança campanha sobre mistura perigosa de álcool e direção

Cerca de 160 pessoas morrem por dia em todo o país vítimas de acidentes de trânsito

Agência Brasil |

Luiz Gomes / Futura Press
Campanha busca reduzir o numero de acidentes com traumas ortopédicos durante o carnaval
A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (Sbot) no Rio de Janeiro lançou na manhã deste domingo (12), no calçadão da Praia de Copacabana, a segunda edição da campanha “Folia Sem Trauma. Não Faça Deste o Seu Último Carnaval”. Os focos da mobilização este ano são a mistura perigosa de álcool e direção e a utilização do cinto de segurança no banco traseiro dos veículos. A campanha será desenvolvida durante todos os dias de carnaval.

A atividade, aberta ao público, tem a participação de atores que vão encenar um acidente de carro, desde o resgate das vítimas até o tratamento dos pacientes e das possíveis sequelas. Além disso, estarão disponíveis televisores, em que o público poderá assistir a vídeos sobre como prevenir acidentes e a jogos interativos que simulam o comportamento de uma pessoa alcoolizada.

De acordo com dados da Sbot-RJ, cerca de 160 pessoas morrem por dia em todo o país vítimas de acidentes de trânsito. Mais de 600 ficam com lesões permanentes. Só na cidade do Rio de Janeiro, 80% dos jovens embarcam em carros dirigidos por amigos alcoolizados. No Estado do Rio, 2.614 pessoas morreram em 2011 – uma média de sete pessoas por dia.vítimas de acidentes de trânsito.

A utilização do cinto de segurança no banco traseiro dos automóveis e nos assentos de um coletivo também é importante e pode reduzir em 60% os traumas de coluna e em 40% as lesões de tórax e abdômen.

De acordo com o vice-presidente da Sbot-RJ, Vincenzo Giordano, a população precisa se conscientizar sobre o perigo dos abusos. “Nessas épocas de festas, como carnaval e réveillon, as pessoas acham que nada ocorre e é quando mais acontece. As fraturas mais comuns são as de tíbia e pélvis, mas existem as mais graves, como as de tórax e a lesão abdominal”.

A campanha tem o apoio das secretarias estaduais de Saúde e de Defesa Civil, da Secretaria Municipal de Saúde e da Associação Grupo Trauma do Rio, além de parceria com a seguradora Dpvat.

    Leia tudo sobre: folia sem traumacampanhaálcool e direçãocarnaval

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG