Sete bueiros da principal rua da Tijuca têm alto risco de explosão

Problema ocorre na rua Conde de Bonfim. Ontem, Prefeitura informou que sete bueiros de avenida do centro apresentavam mesmo risco

iG Rio de Janeiro |

Paulo Nicolella/Agência O Globo
Bueiro explodiu na rua Conde de Bonfim em junho
Em vistoria feita na madrugada desta quarta-feira (31), a Prefeitura do Rio de Janeiro identificou que sete bueiros localizados na rua Conde de Bonfim, a principal do bairro da Tijuca, na zona norte, têm alto risco de explosão.

Ontem, a Prefeitura já havia divulgado que sete galerias subterrâneas da avenida Treze de Maio, no centro, apresentavam o mesmo risco. Desde o início da operação de inspeção, no dia 12, foram identificados 24 bueiros com alto risco de explosão na cidade.

No início da tarde de hoje, um bueiro soltou fumaça no bairro da Cidade Nova, na região central da cidade.

De acordo com o governo municipal, em todos os casos na Tijuca, o protocolo de emergência foi acionado, com a comunicação imediata ao Centro de Operações Rio e as concessionárias Light e CEG (Companhia Estadual de Gás). Os sete bueiros estão abertos, sinalizados e as equipes de emergência da CEG trabalham no local.

Os trabalhos de inspeção nessa madrugada totalizaram 326 bueiros, no Centro, zona sul e Tijuca. Desde o início da operação, no dia 12 deste mês, 2.042 monitoramentos foram realizados nos bairros de Copacabana, Botafogo, Ipanema e Leblon, na zona sul, Tijuca e centro.

O monitoramento independente de bueiros, que terá duração de seis meses, é uma iniciativa do acordo de cooperação entre a Prefeitura do Rio, Governo do Estado do Rio, Ministério Público e Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ).


    Leia tudo sobre: explosão de bueiros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG