Segurança em réveillon no Rio se beneficia de UPPs, diz polícia

Polícia militar acredita que segurança do réveillon será melhor que anos anteriores

BBC Brasil |

Com uma presença fortalecida nas ruas, a autoestima da corporação em alta e a ajuda das Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs), a polícia militar do Rio de Janeiro acredita que a situação da segurança do réveillon 2011 na cidade será melhor que em anos anteriores.

Segundo o coronel Henrique Lima de Castro Saraiva, coordenador de Comunicação Social da PM, a cidade chega ao fim do ano com condições favoráveis para o policiamento de sua festa de ano-novo, que deve reunir dois milhões de pessoas na Praia de Copacabana.

“Hoje temos um cinturão de UPPs em todas as comunidades do bairro e isso facilita muito o trabalho da polícia e dos batalhões locais”, disse ele em entrevista à BBC Brasil.

Após as grandes operações que ocuparam a Vila Cruzeiro e o Complexo do Alemão em novembro, Lima Castro diz que a Polícia Militar está fortalecida.

“Hoje temos o policial militar com uma autoestima muito elevada, algo que não tínhamos no ano passado, e temos uma população que acredita nos órgãos policiais, o que também não tínhamos no ano passado”, aponta Lima Castro.

De acordo com o capitão, policiamento planejado para a Copacabana será 5% maior que no ano anterior, envolvendo 1.350 homens e 131 viaturas.

“Nós não vamos nos sentar achando que está tudo resolvido, e por isso aumentamos a nossa presença e colocamos mais viaturas na rua. Mas acredito que teremos um réveillon muito melhor na cidade e um 2011 bem melhor para a segurança pública no Rio”, afirma.

    Leia tudo sobre: segurançaréveillonpolícia militar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG