Suposta terceira morte pela doença ainda está sob investigação pela Comissão de Óbito da Secretaria Estadual de Saúde

Em nota divulgada na noite desta terça-feira (27), a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informou que, diferentemente do que foi divulgado à tarde, o número de mortes provocadas por dengue na capital fluminense é de dois e não três.

Segundo a pasta, a suposta terceira morte por dengue ainda está em investigação pela Comissão de Óbito e foi incorretamente incluída no relatório desta semana.

De acordo com a Secretaria, durante o período entre 1º de janeiro a 24 de março foram notificados 31.597 casos suspeitos de doença no Estado. Considerando o total de casos graves, o grau de letalidade está em 3,6%.

Exames realizados em amostras de sangue confirmaram a presença do vírus tipo 1 da dengue em Barra do Piraí, Valença e Vassouras, no interior do Estado, Itaboraí, na região metropolitana, Mesquita e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e na capital.

Há notificações do tipo 3 no Rio de Janeiro, e a presença do tipo 4 no Belford Roxo, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu e São João de Meriti, todos na Baixada Fluminense, Niterói (região metropolitana) e capital.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.