Secretaria começa recuperação de área queimada no morro dos Cabritos

Uma empresa privada também foi contratada para ajudar no reflorestamento

Daniel Gonçalves, especial para o iG |

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente começa hoje os trabalhos de recuperação das regiões do Morro dos Cabritos e do Parque da Catacumba afetadas por um incêndio de grandes proporções na noite de sábado. A Coordenadoria de Recuperação Ambiental já foi acionada. Segundo o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, uma empresa privada foi contratada em caráter emergencial para ajudar no reflorestamento da área.

O governador Sérgio Cabral determinou prioridade nas investigações do que provocou o incêndio. Há suspeita de que um balão tenha iniciado o fogo, que queimou uma região do tamanho de quatro campos de futebol de mata atlântica. Paes classificou de “brincalhões” as pessoas que soltam balões. “Tem que ser todos presos. São uns brincalhões, uns palhaços achando que estão se divertindo e acabam colocando em risco a vida dos outros”.

Soltar balões é crime ambiental previsto em lei. Geralmente as pessoas flagradas fabricando, transportando ou fazendo uso do artefato são condenados a pagarem cestas básicas ou a prestarem serviços comunitários.

Incêndio

O incêndio, considerado de grandes proporções pelos bombeiros, deu muito trabalho para ser controlado, principalmente devido aos fortes ventos que sopraram durante toda a madrugada prejudicando o trabalho dos soldados, que utilizaram helicópteros na tentativa de debelar o fogo.

Soldados de oito quartéis de bombeiros, inclusive os de Copacabana, Humaitá e Rio Comprido, ajudaram no combate às chamas, que podiam ser vistas de bairros próximos como o Jardim Botânico e a Gávea, além da própria Lagoa Rodrigo de Freitas.

Bombeiros acreditam que balão iniciou o fogo no Rio de Janeiro

nullO comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Pedro Machado, confirmou ainda durante a madrugada que o incêndio que atingiu o Parque do Cantagalo e o Morro dos Cabritos foi provocado pela queda de um balão. As declarações do comandante foram dadas com base em testemunho visual de alguns moradores, que presenciaram o momento em uma bucha de balão teria dado início ao incêndio.

Não houve feridos, ou casas atingidas, mas alguns moradores de casas de classe média e média alta da região saíram de casa durante a madrugada com medo do fogo e incomodados pela fumaça.

O Morro dos Cabritos fica localizado entre os bairros da Lagoa e de Copacabana, regiões nobres do Rio. O fogo também pode ser visto por moradores do Jardim Botânico, Humaitá e Gávea. O trânsito na região do incêndio ficou congestionado durante a madrugada, devido ao trabalho dos bombeiros e aos curiosos que reduziam a velocidade para ver as chamas.

* Com as agências Brasil e Estado 

    Leia tudo sobre: rio de janeiroincêndiomorro dos cabritos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG