Rodovias continuam interditadas na Região Serrana do Rio

BR-116 o tráfego está interrompido do km 69 ao km 54 na direção de Além Paraíba

Daniel Gonçalves, iG Rio de Janeiro |

Várias rodovias que dão acesso à Região Serrana do Rio de Janeiro continuam com trechos interditados nesta quinta-feira. A BR-040, que liga a cidade do Rio a Juiz de Fora, está com tráfego em meia pista do km 30 ao km 52 por causa da queda de barreiras e no km 24 onde o rio Piabanha transbordou.

Na BR-116 o trânsito está liberado da capital fluminense a Teresópolis. A partir da Serra dos Órgãos o tráfego está no sistema pare e siga. Na direção de Além Paraíba o fluxo está interrompido do km 69 ao km 54.

A rodovia BR-495 está totalmente interditada na ligação entre os municípios de Petrópolis e Teresópolis. Em Sapucaia, a BR-393 também está fechada. A rodovia RJ-142 está com tráfego interrompido entre Muri e Lumiar, em Nova Friburgo.

Agência O Globo
BR-142 está interditada entre Muri e Lumiar, em Nova Friburgo, após desmoronamento

Morte passam de 350

As fortes chuvas que atingiram o Estado do Rio de Janeiro entre a noite de terça-feira (11) e a madrugada desta quinta-feira deixaram pelo menos 335 mortos, além de centenas de desabrigados, segundo a Defesa Civil Estadual.

As cidades mais afetadas são Teresópolis, Nova Friburgo e Petrópolis, todas na Região Serrana. Muitas pessoas estão desaparecidas e equipes continuam os trabalhos de resgate.

No último balanço da prefeitura de Teresópolis, o número de mortos subiu para 146 devido a deslizamentos. O município de Nova Friburgo confirmou 107 vítimas fatais. Em Petrópolis são 34 mortos, sendo sete no distrito de Itaipava.

    Leia tudo sobre: desmoronamentochuvasinterdição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG