Rocinha registra primeiro homicídio por tiros desde o início da ocupação

Homem foi assassinado com um disparo na cabeça

iG Rio de Janeiro |

Um homem de 47 anos foi morto com um tiro na cabeça na travessa Roma, na favela da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro. A vítima foi baleada na manhã da última quarta-feira (18) e morreu na tarde de hoje (19) no hospital Miguel Couto, também na zona sul.

Leia também : Rocinha registra primeiro homicídio desde o início da ocupação

É o terceiro homicídio registrado na favela, o primeiro causado por arma de fogo, desde o início da ocupação na comunidade, em novembro. Nos outros dois casos, as vítimas foram mortas a facadas.

O homem assassinado na Rocinha foi identificado como Itamar Souza Maia. Ele foi surpreendido por um outro homem, que estava na garupa de uma motocicleta, e efetuou os disparos. O Bope (Batalhão de Operações Especiais) tem informações de que, dias antes do crime, ocorreu uma briga entre o atirador e a vítima.

O assassino já foi identificado e está sendo procurado. Itamar trabalharia em uma obra na Rocinha, segundo parentes.

    Leia tudo sobre: rocinhahomicídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG