RJ: Travesti é preso suspeito de cobrar R$ 300 para aplicar silicone

Segundo a polícia, ele explorava também um ponto de prostituição em Campos e cobrava R$ 10 por dia para quem quisesse usá-lo

iG Rio de Janeiro |

Um travesti foi preso na manhã desta sexta-feira (29) na cidade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, suspeito de cobrar R$ 300 para aplicar silicone em outras pessoas. Em sua casa, foram achadas diversas seringas de silicone.

Além de aplicar o material, o travesti, conhecido pelo apelido de Sara, também é suspeito de controlar um ponto de prostituição na cidade no qual cobrava R$ 10 por dia ou R$ 50 por semana para que as pessoas pudessem oferecer o programa. Existe a suspeita de que menores de idade participassem deste esquema.

Um homem e um outro travesti, apontado como o tesoureiro do grupo, também foram presos.

    Leia tudo sobre: travestiaplicarsilicone

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG