RJ: Traficantes comandavam negócios de dentro de presídio, diz Promotoria

Bandidos intermediavam o envio de drogas da capital para Teresópolis. Oito foram denunciados

iG Rio de Janeiro |

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro denunciou nesta quinta-feira (14) oito traficantes que representavam a principal facção criminosa fluminense na cidade de Teresópolis, na Região Serrana.

Segundo a denúncia, o bando era comandado pelos bandidos conhecidos pelos apelidos de Vascaíno e Pezão. De dentro do presídio de segurança máxima Bangu 3, na zona oeste da capital, eles coordenavam o transporte de drogas do Rio para a comunidade Fonte Santa, em Teresópolis.

De acordo com a Promotoria, os dois negociavam com fornecedores.Também organizavam a venda de maconha e cocaína, a contabilidade, o recrutamento de pessoal e o assassinato de rivais ou consumidores em dívida.

Na Fonte Santa, o braço-direito dos líderes do bando era um traficante de vulgo Diego Metralhadora, que foi morto essa semana. Os acusados responderão pelos crimes de tráfico, associação para o tráfico e porte ilegal de armas de fogo. Todos tiveram a prisão preventiva decretada.

    Leia tudo sobre: traficantesnegóciosdentro da cadeia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG