RJ: Seis sobreviventes do massacre continuam internados

Segundo a Secretaria de Saúde, apenas um dos estudantes hospitalizados está grave

iG Rio de Janeiro |

Seis estudantes baleados durante o massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (7) permanecem internados. Apenas um deles está em estado grave, segundo boletim divulgado nesta terça-feira (12) pela Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil.

A situação mais séria é de um estudante de 13 anos, que foi baleado no olho. Ele continua em estado grave, sedado e respirando com o auxílio de aparelhos no Hospital de Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Na mesma unidade, também está uma adolescente da mesma idade. Seu quadro é estável. Está lúcida e orientada.

No Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, está um menino de 14 anos. Ele passa bem, está lúcido e orientado.

No Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste, um aluno de 14 anos está em estado regular, respira sem aparelhos e está lúcido. Um outro menino, de 12 anos, também está internado na unidade e vem tendo evolução em seu estado de saúde. Ambos não tem previsão de alta.

Há ainda um outro sobrevivente da tragédia, de 13 anos, internado no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, na zona norte. Seu quadro de saúde é estável.

Doze crianças foram mortas na tragédia. O atirador Wellington Menezes de Oliveira foi baleado por PMs e se matou com um tiro na cabeça.







    Leia tudo sobre: massacreescolarealengo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG