RJ: Presos mais integrantes de milícia comandada por vereador

Membro da quadrilha se entregou na companhia de quatro homens, que também ficaram presos. L­íder comunitária se apresentou

iG Rio de Janeiro |

Fabiano Rocha/Agência O Globo
Líder comunitária é ligada ao vereador Deco e se apresentou à polícia
Cinco suspeitos de envolvimento com milícias foram presos na noite desta quinta-feira (14) no Rio de Janeiro. Um deles, conhecido como Paulinho do Gás, se apresentou espontaneamente na Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais). Quatro pessoas acompanhavam ele, entre eles um PM conhecido como Falcon, e acabaram sendo presos também, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

Paulinho do Gás é suspeito de integrar a milícia comandada pelo vereador Luiz André Ferreira, o Deco, que foi preso ontem. Investigações indicam que Deco controlava 13 comunidades em Jacarepaguá, na zona oeste.

À tarde, a líder comunitária da comunidade da Chacrinha, em Jacarepaguá, Maria Ivonete Madureira, também ligada a Deco, se entregou.

Deco, segundo a polícia, planejou matar a delegada Martha Rocha, atual chefe da Polícia Civil, quando ela era titular da 28ª DP (Campinho), entre os anos de 2007 e 2008.

Outros suspeitos presos

Outros dois suspeitos de integrarem milícias foram presos hoje no Rio. Um deles foi David Lobato Cardoso, que seria membro do grupo liderado pelo ex-PM Ricardo Teixeira da Cruz, o Batman, atualmente preso. Ele foi preso durante uma briga com um guarda municipal em Piabetá, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

David usava a carteira funcional de um inspetor de Polícia falecido em 2007, além de uma pistola calibre 9mm. Segundo as informações, há fortes indícios de que ele teria participado da execução desse policial.

Foi preso também um ex-PM que comandaria a milícia na comunidade Joana D´Arc, em Barros Filho, na zona norte.

    Leia tudo sobre: milicianospresos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG