Rio Water Planet é multado em R$ 120 mil por captação irregular de água

Oito poços artesianos captavam cerca de 40 mil litros de água por hora

iG Rio de Janeiro |

O parque aquático Rio Water Planet foi multado em R$ 120 mil por extração irregular de água, informou nesta quarta-feira (5) a presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos. Na última sexta-feira, o parque, localizado no bairro de Vargem Grande, na zona oeste do Rio, teve oito poços artesianos não autorizados lacrados.

De acordo com Marilene, na licença ambiental do Rio Water Planet, datada de 2002, constava o pedido para utilizar os poços, mas o processo não foi concluído. Embora a empresa tenha alegado que entregou a documentação necessária em 2006, os papéis não constavam no processo.

A presidente do Inea informou que, uma vez concluída a regularização do uso da água pelo Rio Water Planet, os poços poderão ser utilizados normalmente, desde que haja condições técnicas para tal. A estimativa é que o processo dure de 15 dias a um mês, a partir do momento da entrega da documentação exigida.

Representantes da empresa já estiveram na sede do Inea para dar andamento ao processo. Segundo uma fiscalização feita pelo instituto, o Rio Water Planet captava em seus oito poços artesianos cerca de 40 mil litros de água por hora.

De acordo com Marilene Ramos, o uso de poços sem autorização causa inúmeros problemas à saúde da população. “Essa utilização sem outorga do uso da água tem dois problemas, o ambiental e o de risco para saúde humana, pois ela não passou por uma análise de qualidade para verificar se é ou não adequada para o uso”, disse.

Além da captação irregular de água, o Rio Water Planet também despejava esgoto na rede de águas pluviais após passar pela estação de tratamento do parque. Tal medida não é permitida, segundo o Inea, uma vez que existe uma rede de esgoto na região.

Procurado pelo iG, a direção do Rio Water Planet informou que a interdição dos poços artesianos não afeta o funcionamento do parque porque as piscinas estão cheias e existe água nos reservatórios. Caso haja necessidade, o estabelecimento usará como carros-pipa.

A direção do parque declarou ainda que a qualidade da água utilizada é confiável e que em 12 anos de existência nunca houve uma ocorrência de infecção envolvendo o Rio Water Planet.

*com informações da Agência Brasil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG