Rio vai instalar sensores para evitar explosões em bueiros

Tecnologia vai permitir monitar galerias subterrâneas em tempo real

Bruna Fantti e Daniel Gonçalves, especial para o iG |

A concessionária Light, responsável pelo fornecimento de energia elétrica na cidade do Rio de Janeiro, anunciou nesta quarta-feira que vai utilizar sensores nos bueiros espalhados pela capital fluminense. De acordo com a empresa, a mudança vai permitir uma fiscalização em tempo real das galerias subterrâneas, possibilitando detectar o início de qualquer ocorrência, entre elas, explosões.

Na manhã desta quarta-feira, um bueiro localizado na rua Visconde de Pirajá , em Ipanema, zona sul do Rio, soltou fumaça. A ocorrência deixou pedestres apreensivos e uma faixa de tráfego da via chegou a ser interditada para que técnicos da Light realizassem o reparo. Segundo a concessionária, a fumaça foi gerada por um problema em uma caixa subterrânea de inspeção.

O projeto de sensores da Light prevê a instalação de 720 equipamentos nas galerias subterrâneas consideradas mais sensíveis. Até 2014, a concessionária quer implantar a nova tecnologia nas quatro mil câmaras existentes na área de abrangência da empresa.

Explosões em bueiros têm sido frequente nos últimos meses na capital fluminense. No final de junho, um casal de turistas norte-americanos ficou ferido após um acidente desta natureza em Copacabana, na zona sul. Sarah Nicole Lowry, de 28 anos, teve 80% do corpo queimado e o marido, David James Mc Lauglin, de 31, teve 30% do corpo atingido pelas chamas.

Ele recebeu alta da Clínica São Vicente após um mês e Sarah deve deixar a unidade hospitalar até o final de agosto. Segundo os médicos, ela reage bem ao tratamento e seu quadro é considerado estável.

    Leia tudo sobre: lightexplosãobueiros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG