Rio inaugura UPP no Morro do Borel

Unidade pacificadora é a primeira em uma comunidade da zona norte da cidade

iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Policiais em fila durante inauguração da UPP do Morro do Borel (Foto: Shana Reis)
O governador do Rio, Sérgio Cabral, e o secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, inauguraram na manhã desta segunda-feira a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro do Borel, no bairro da Tijuca. Essa é a primeira UPP da zona norte e a oitava da capital fluminense. Na cerimônia, as autoridades anunciaram a implantação de outra UPP no bairro ainda este mês.

De acordo com o governo, cerca de 20 mil moradores de sete comunidades serão beneficiados pela unidade do Borel, que contará com 380 policiais militares recém-formados. Comandada pelo capitão Bruno Amaral, a UPP do Morro do Borel ficará instalada provisoriamente em um contêiner, até a construção do prédio definitivo. A previsão é de que o terreno que abrigará a unidade pacificadora seja escolhido em até 60 dias.

Além desse “quartel”, a UPP contará com seis subsedes. Os policiais serão supervisionados por oficiais que ficarão baseados em contêineres colocados em outros dois pontos da comunidade - Praça da Bíblia e Laje das Kombis - e nos morros da Cruz, Formiga, Casa Branca e Catrambi.

De acordo com Cabral, o imóvel na rua Conde de Bonfim onde ficava localizado um supermercado Carrefour, que foi fechado há alguns anos por causa da violência, será desapropriado caso a direção do estabelecimento não tenha interesse em reativá-lo. O espaço poderá dar lugar a uma escola técnica. “Fechado não fica. Aquilo lá é o símbolo do que a violência causa”, garantiu.

Favelas pacificadas

O Rio já conta também com unidades pacificadoras nas comunidades Dona Marta, em Botafogo; Babilônia/Chapéu Mangueira, no Leme; Pavão-Pavãozinho/Cantagalo, em Copacabana; Providência, no Centro; Cidade de Deus, em Jacarepaguá; Jardim Batam, em Realengo; e Tabajaras/Cabritos, também em Copacabana.

De acordo com a secretaria de Segurança do Rio, até o final de 2010, o Rio irá contabilizar 15 UPPs. Com as novas ocupações, as unidades irão utilizar um efetivo total de 3.850 policiais, beneficiando cerca de 210 mil moradores de 59 comunidades.

    Leia tudo sobre: UPPMorro do Borelfavelasunidade pacificadora

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG