Rio divulga esquema de transporte e trânsito para show de Paul McCartney

Supervia disponibilizará trens extras e ruas terão mudança no tráfego

iG Rio de Janeiro |

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta quinta-feira (12) o esquema especial para os shows que o ex-beatle Paul McCartney fará no Estádio João Havelange, o Engenhão, na zona norte, nos dias 22 e 23 deste mês.

Em relação ao trânsito, a partir das 13h dos dias 22 e 23, as ruas Goiás, Arquias Cordeiro, Piauí, 24 de Maio e Dias da Cruz, além das avenidas Amaro Cavalcanti e Dom Helder Câmara, que ficam nos arredores do estádio, terão o tráfego diferenciado e controlado até o escoamento de público e de veículos.

O estacionamento interno do Engenhão estará fechado ao público e não serão criadas áreas de estacionamento específicas para o show. A Prefeitura carioca recomenda que os fãs do cantor utilizem o transporte público para chegar ao evento.

Segundo a administração municipal, mais de 40 linhas de ônibus circularão pela região. Haverá um aumento da frota das mesmas no dia do show. Uma linha exclusiva, proveniente do shopping Nova América, vai integrar a estação do metrô Del Castilho ao Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, via Engenhão.

No primeiro show, dia 22, trens extras serão colocados em circulação para atender o público. A partir das 17h, três composições extras com capacidade para seis mil passageiros vão sair de Japeri, na Baixada Fluminense e outras três de Santa Cruz, na zona oeste, com intervalo de uma hora.

Oito trens extras vão partir da Central para o Engenho de Dentro sem paradas, a partir das 17 horas. Com capacidade para 16 mil pessoas, eles sairão em intervalos de 30 minutos.

Na segunda-feira (23), toda a frota estará operando a partir das 17h e mais oito trens extras vão partir da Central para o Engenho de Dentro sem paradas, com intervalos de 30 minutos. Nestes dias, também haverá reforço no número de agentes de segurança e de atendimento nas estações.

Após o show, nos dois dias, os trens sairão da estação do Engenho de Dentro para Santa Cruz a cada 20 minutos, para Japeri a cada 20 minutos e para a Central do Brasil, a cada dez minutos. O último trem sairá da estação onde fica o estádio por volta das 2h20.

O metrô funcionará até as 23h no domingo e até a meia-noite na segunda-feira. Nos dois dias de apresentação, a estação Central ficará aberta até a chegada do último trem da Supervia.

Os ônibus do Metrô Na Superfície General Osório/Gávea e Botafogo/Gávea vão circular até a chegada da última composição nas suas estações. Os ônibus da linha Barra Expresso (via Nova América/Del Castilho) realizarão serviço com ponto de parada próximo ao Engenhão.

Será permitido o desembarque de passageiros de táxis nas vias no entorno do estádio. Os veículos são autorizados a parar única e exclusivamente para o embarque e desembarque e não poderão fazer fila dupla.

Controle do trânsito

Para controlar o trânsito, a Prefeitura usará 70 agentes, entre guardas municipais e fiscais da CET-Rio, e 100 apoiadores, que trabalharão para manter a fluidez do tráfego, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos e orientar os pedestres. As equipes contarão com dez viaturas e 12 motocicletas.

Do Centro de Operações da Prefeitura, controladores vão monitorar a movimentação nos acessos e no entorno do estádio para implantar eventuais ajustes na programação dos semáforos, afim de melhorar o fluxo de veículos e garantir a fluidez do trânsito.

Os controladores contarão com sete câmeras da prefeitura espalhadas pela região (uma na entrada do estádio, uma no viaduto de Todos os Santos, duas na rua 24 de Maio, uma no viaduto Castro Alves e outras duas na Dom Hélder Câmara), além das câmeras da PM e as imagens da concessionária Lamsa, responsável pela Linha Amarela.

Painéis de mensagens variáveis informarão sobre as condições de trânsito no entorno do estádio. As ruas Goiás, Arquias Cordeiro e Piauí, assim como as avenidas Amaro Cavalcanti e 24 de Maio, receberão um plano semafórico especial para priorizar o percurso de chegada ao estádio.

Fiscais da Secretaria Municipal de Transportes também vão atuar no entorno do Engenhão, fiscalizando ônibus, táxis e vans.

Choque de Ordem e coleta de lixo

A Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop) vai operar com 20 reboques e 226 agentes - entre guardas municipais, agentes do Controle Urbano, da Subsecretaria de Operações e da Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques.

No sábado (21), a Seop fará uma operação noturna preventiva para impedir a instalação de ambulantes nos arredores do estádio. Para esta operação serão mobilizadas duas viaturas, dois agentes do Controle Urbano e dois guardas municipais. Dezesseis guardas do Grupo de Ações Especiais (GAE) estarão de plantão, dando suporte à operação.

No domingo e na segunda-feira, haverá 14 barreiras contra ambulantes operadas por agentes do CCU e Guardas Municipais nas principais ruas das imediações do estádio.

Nos dias de show, a Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) vai trabalhar em três turnos de limpeza (antes, durante e depois das apresentações) com 29 garis no total.

O primeiro turno começará às 7h. Serão oito garis trabalhando no entorno do estádio, com o apoio de um carro-pipa, uma viatura e um caminhão compactador. Às 16h, se iniciará o segundo turno com seis garis. Além dos equipamentos previstos no primeiro turno, haverá também uma Kombi lava-jato.

Para garantir a limpeza no dia seguinte, 15 garis começarão a trabalhar logo após o show. Todos os equipamentos serão utilizados novamente, além de uma varredeira mecânica.

A Comlurb disponibilizou um micro-ônibus para levar e buscar os garis nos dois dias. O órgão pede para que a população colabore não jogando lixo no chão e utilizando as papeleiras no local.

Organização

Em relação a segurança, os organizadores do evento informam que 729 seguranças ficarão dentro do estádio. Do lado de fora, haverá efetivos dos batalhões de Choque e Cavalaria, além da Polícia Civil e Guarda Civil Metropolitana.

Serão disponibilizados na pista, 150 banheiros químicos e além dos seis coletivos já existentes no estádio. Nas cadeiras inferiores, 36 banheiros coletivos já existentes no estádio. Na superiores, outros 22 coletivos. Nos camarotes, mais quatro.

Haverá nove postos médicos e dez ambulâncias de plantão. Todos os objetos perdidos serão encaminhados à produção. Ao todo, serão disponibilizados 26 bares e 30 quiosques espalhados por todas as áreas do estádio, além de 570 ambulantes.

Os fãs que assistirão o show na pista Prime terão entrada pelo portão Norte. Na pista principal, o acesso é pelo portal sul. Aqueles que usarem as cadeiras inferiores e superiores leste entrarão pelo portal leste. O portão oeste será acesso para os fãs que assistirão o espetáculo nas cadeiras inferiores oeste e camarotes.

Não será permitida a entrada com máquinas fotográficas profissionais, objetos cortantes ou contundentes, guarda-chuva, garrafas ou recipientes com líquidos.

A organização informou ainda que que haverá um forte controle nos portões de acesso ao estádio. Os ingressos oficiais possuem diversos itens de segurança, que serão verificados na hora da entrada do público.

Os organizadores explicaram que não vão se responsabilizar por ingressos adquiridos fora das vendas oficiais e, informa que tíquetes falsos não serão aceitos.



    Leia tudo sobre: showpaul mccartney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG